FINAL DE DARK: entenda o enredo central (COM SPOILER)

July 2, 2020

 

Quem viu Dark ou ouviu falar dessa série no Netflix já sabe que entender todo o enredo pode ser algo complicado. Se ficou com dúvidas ou quer rever alguns assuntos que não ficaram claros, nós do Histórias da Celi preparamos um compilado de informações para você compreender tudo que passou na série.

 

SAIBA QUAIS REVELAÇÕES QUE DARK FAZ SOBRE RELACIONAMENTOS

Nos siga no InstagramFacebook >> @historiasdaceli

 

O COMEÇO

 

A ficção científica começa a trama apresentando a recuperação de Jonas Kahnwald (personagem principal). O adolescente volta de uma internação na clínica psiquiátrica onde tratou um trauma deixado pela perda do pai, Michael Kahnwald, que acabou tirando sua própria vida recentemente. O garoto é recebido pelos amigos ao voltar a sua rotina escolar e logo marcam um passeio durante a noite na floresta.


Até aí era apenas um grupo de adolescentes desbravando o lado sinistro do local. Na turma estavam Martha Nielsen, Franziska Doppler, Magnus Nielsen, Jonas Kahnwald, Bartosz e o pré-adolescente Mikkel Nielsen (que foi levado pelos irmãos, pois não poderia ficar sozinho em casa). Porém um episódio "eletromagnético" acaba assustando o grupo. Todos acabam se separando por um momento. Quando Jonas, Martha, Bartosz, Franziska e Magnus se reencontram percebem que Mikkel Nielsen desapareceu. 

 

(Ao se perder do grupo de adolescentes, o menino, sem que ninguém o veja, entra na caverna e vai até uma passagem que o leva ao passado, 1986. Fica preso no passado e é adotado por Ines Kahnwald. Mas ninguém sabe disso ainda).

 

Ao contarem sobre o desaparecimento, uma investigação é iniciada pela polícia local e familiares na cidade. No município já havia acontecido o desaparecimento de outros jovens como o de Mads Nielsen (irmão de Ulrich). O corpo de Mads é encontrado logo no início da primeira temporada de Dark, durante a busca por Mikkel. Mads está com a exata aparência de quando desapareceu há 33 anos, como se tivesse sido transportado no tempo para aquele momento. E não é que foi mesmo!

 

Urich descobre o que aconteceu com seu irmão Mads e desconfia que Mikkel tenha tido o mesmo fim. Ele, além de descobrir a passagem na caverna, viaja no tempo para matar o autor do assassinato do irmão, Helge, que sobrevive ao ataque e envelhece com uma cicatriz. Porém Urich não consegue mais voltar e fica preso no passado, sendo internado em um sanatório.

 

Em paralelo, Jonas decide investigar sozinho o desaparecimento de Mikkel. Porém é abordado pelo "O Estranho". Um homem misterioso que aparece na cidade de Winden e se hospeda no hotel de Regina Tiedemann. No final da primeira temporada descobrimos que ele é a versão adulta de Jonas - que volta ao passado para deixar instruções a si mesmo.

 

 

Ainda no final da primeira temporada; Jonas consegue fazer a viagem no tempo para 2052. Ele encontra a cidade de Winden em um cenário pós-apocalíptico e se depara com a Elisabeth Doppler, que era apenas uma criança em 2019. Ela é a líder local da comunidade e é a responsável pela cicatriz de Jonas no pescoço. 

 

Já na segunda temporada,; Jonas viaja para 1921, quando conhece o Noah mais jovem. É em 1921 que Jonas descobre a real identidade de Adam, que tem o rosto profundamente marcado por várias viagens no tempo.

 

ADAM - Líder de um dos grupos de Viajantes

 

Adam é o próprio Jonas, motivado em parar o looping de acontecimentos que se repetem a cada ciclo de 33 anos. Adam descobriu como viajar para qualquer data no tempo, independente dos ciclos de 33 anos, com a ajuda de uma célula de energia. Adam mente para Jonas dizendo que ele precisa fazer com que seu pai, Michael, não cometa suicídio em 2019. Porém ao retornar a data, Jonas descobre que foi enganado e ele é o autor do desaparecimento de Mikkel e a morte de seu pai.

 

 

CLAUDIA - GRAVE ESSE NOME

 

Outra viajante do tempo é Claudia Tiedemann, mãe de Regina. A ex-diretora da usina nuclear, que, idosa, aparece e confronta o padre Noah sobre as viagens no tempo. Claudia também influencia fortemente O Estranho. Os dois são quem orientam Tannhaus a construir sua máquina do tempo, usada diversas vezes na série.

 

Até o final da segunda temporada a viagem no tempo vira a "Festa do Caqui". Até Hannah (mãe de Jonas) vai parar no passado e decide ficar um tempo por lá para esquecer Ulrich. Ela acaba se relacionando com o pai de Claudia Tiedemann, o Egon Tiedemann, e tem uma filha, chamada Silija - que será integrante do grupo de Viajantes de Adam e casará com Bartosz na terceira temporada.  

 

(Claudia desapareceu no passado ao descobrir a máquina do tempo)

 

APOCALIPSE

 

Voltando na segunda temporada; Em 2019, Jonas nem sabia ainda que um Apocalipse estava marcado para acontecer no mesmo dia da morte de sua amada Martha (irmã de Mikkel). Ela é baleada em uma aparição repentina de Adam momentos antes do apocalipse. Esses acontecimentos fazem Jonas buscar por mais respostas e desejar evitar a morte de Martha.

 

Esse fato é constantemente usado por viajantes do tempo para manipular o jovem e faze-lo seguir os planos de Adam (Grupo de Viajantes 1), Eva (Grupo de Viajantes 2) e Claudia (Viajante 3).  

 

REALIDADE ALTERNATIVA

 

Já não bastava todas essas informações, no final da segunda temporada descobrimos que existia mais um mundo. Aliás, Jonas só sobrevive ao apocalipse, nessa temporada, pois é resgatado por uma viajante, a Martha, que era de uma realidade alternativa do mundo de Jonas. Ela usa a máquina do tempo com uma compacta célula de energia nuclear para se transportar e resgatar Jonas do Apocalipse - uma explosão na usina nuclear que acaba matando todos na cidade. Martha só consegue fazer isso porque durante a explosão é criada uma brecha entre os mundos.  

 

Jonas é transportado para o mundo alternativo e recebe uma breve explicação de Martha do que deverá fazer. Ele é orientado a se encontrar com a versão dela nos dias que antecedem o apocalipse (que também acontece no mundo alternativo). Jonas vai em busca de Martha e - mesmo que ela não o conheça, pois ele não nasceu no mundo dela - o adolescente a convence que existem dois mundos e que viagens no tempo são possíveis ao leva-la para conversar com a versão mais velha dela. Ali novamente Jonas é enganado. Esse caminho faz com que Jonas seja atraído para uma emboscada e baleado por Martha. PORÉM... antes de ser morto, Jonas passa a noite no quarto de Martha e ambos fazem sexo. O que resulta na gravidez da moça.

 

NOTA DA REDAÇÃO - Por favor, poderiam ter dado um banho no rapaz antes do sexo, né?! Que coragem dessa Martha.

 

 

JONAS MORRE! SÓ QUE NÃO...

 

Sabemos que a versão de Jonas mais velho existe e fica constantemente pulando de tempo, então como ele pode morrer? Apesar de baleado Jonas continua vivo em seu mundo. Isso porque os mundos estão presos ao looping infinito, que estão ligados a duas linhas de acontecimentos que resultam em morte ou vida. Para cada vez que Jonas morre, outro ciclo vai iniciar e induzir os personagens a agirem de  forma que resulte na vida de Jonas, isso também acontece com a Martha.


Após a morte de Jonas, Martha recruta para o time de Adam e acaba viajando para o passado e dando uma célula de energia para Jonas - O Estranho. Ele ficou preso nesta época com Bartosz, Franziska e Magnus quando se salvaram do Apocalipse.

 

Martha tem uma conversa com Jonas, no qual ele revela que nunca foi para o mundo paralelo - ou seja, aquela versão tinha sobrevivido ao Apocalipse sem a ajuda de Martha, chegando até a fase adulta e se transformando em Adam.

 

O grupo estava trabalhando há 3 meses na invenção da célula de energia para conseguir sair daquela época. Eles foram os precursores da usina nuclear na cidade. Entretanto, eles acabam se instalando em uma tipo de "sede" dos Viajantes. Bartosz acaba seguindo Adam e casando com a filha de Hannah, Silija, e gerando o Noah. Franziska e Magnus ficam até o final juntos. Martha acaba voltando para Adam no qual a prende e depois a mata.

 

Ou seja, temos dois enredos para os personagens principais. Quando Jonas segue as instruções de Eva, ele morre, quando Martha segue as de Adam, ela morre. Como o fim e o começo dos acontecimentos são ligados, os dois enredos acontecem juntos, permitindo a existência de Jonas e Martha mais velhos saltando de mundos, épocas e recrutando pessoas para seus grupos. Esses ciclos se repetem e duram 33 anos cada.  

 

CICLOS DE 33 ANOS

 

As cenas centrais de Dark acontecem em 2019, 1953 e 1986. Porém outras datas aparecem no enredo, como o próprio Adam afirmou, para isso é utilizada uma máquina do tempo (tamanho de bolso) ou a célula ativada na usina. Essas datas fazem parte do looping de acontecimentos que na terceira temporada é melhor explicado. Tudo está conectado!

 

Aliás, assim como Adam é o Jonas mais velho, existe a versão mais velha de Martha, a Eva. Ela que instrui Jonas do que deve fazer com a Martha de 2019.

 

 

EVA X ADAM

 

Durante o passar dos anos Jonas e Martha se tornam inimigos e se separam. Seus objetivos se tornam diferentes. Martha quer manter o looping para permitir que o filho viva - que também é filho de Jonas. Já Adam quer eliminar o momento que originou o nó entre os dois mundos. 

 

Ele acredita que o filho é a origem de todo aquele caos e decide quebrar o ciclo - mesmo que isso resulte na morte do seu filho e na extinção dos dois universos. Apesar das tentativas, a única coisa que ambos conseguem é um looping de acontecimentos piorando o nó que conecta os mundos e gera uma guerra entre os grupos.

 

ÁRVORE GENEALÓGICA

 

Uma das primeiras revelações surpreendentes é que Michael não só era o filho de Katharina e Ulrich perdido em 2019, o Mikkel, mas é o pai de Jonas. Apesar de surpreendente, ao longo da série alemã, esse tipo de informação é rotineira. Michael/Mikkel nunca volta para 2019.

 

Ou seja, os personagens viajam no tempo e se relacionam com os moradores daquela época na cidade. A impressão que dá é que soltaram um casal de hamsters em uma caixa e eles foram procriando entre si eternamente.  Literalmente um nó, não só no seriado, mas na nossa cabeça! Vamos dar um exemplo, que para mim foi o mais complexo de conseguir entender na primeira explicação.

 

 

É o caso da Charlotte, que sua mãe era Elisabeth e seu pai Noah. Ela foi roubada bebê pela versão mais velha dela mesma e da mãe e foi transportada para o passado e dada a Tannhaus. Assim cresceu, casou e teve uma filha, a Elisabeth Doppler, que iria crescer ficar com Noah e dar a Luz a Charlotte no futuro.

 

 

OS DOIS MUNDOS

 

Ambos os dois mundos eram iguais em espaço, tempo e matéria. O símbolo do infinito é utilizado para simbolizar os acontecimentos, escolhas e resultados que se repetiriam eternamente, um looping infinito. Isso quer dizer que não era só um mundo vivendo uma série de acontecimentos catastróficos antes, durante e pós- apocalipse, eram dois. Porém Jonas só existia em um dos mundos, já que o Mikkel nunca chegou a desaparecer e viajar no tempo no mundo em que Martha estava viva.

 

Ambos os mundo tinham acontecimentos com resultados semelhantes, mas realizados de forma sutilmente diferente. Entretanto eles serviam de combustível para o looping. Exemplo; Ulrich no mundo de Martha acaba morrendo na investida fracassada de matar Helge adulto, que, por sinal, foi o Helge de 2019 (idoso) que mata Ulrich na mesma cena. Já no mundo de Jonas, Ulrich desaparece porque fica preso no passado. 

 

Lembramos que a Katharina, no mundo de Jonas, também morre ao tentar resgatar Mikkel e Ulrich na década de 80. A própria mãe a mata em uma emboscada para pegar o cartão de acesso do sanatório que Ulrich está preso. No momento é deixado cair a corrente de São Cristóvão, a qual Jonas em 2019 acha na areia e acaba dando para a Martha do mundo paralelo. 

 

 

PASSAGEM NA CAVERNA

 

Afinal, quem construiu tudo? Franziska, Magnus, Jonas e Bartosz ficam presos em 1953 e tem que criar uma nova máquina do tempo para sair de lá. Apesar dos esforços é a Martha que viaja ao passado e entrega a célula para Jonas a mando de Adam. Assim tornou possível a construção da máquina do tempo na usina. No decorrer dos anos foi Noah (filho de Bartosz) e Elisabeth que constroem os túneis na caverna.   

 

 

A PERSONAGEM-CHAVE

 

Memorizou o nome Claudia? Se a gente pensou que estava até pouco difícil entender até aqui, Dark em seu final de terceira e última temporada mostra que é possível “explodir os miolos na tela” antes do fim. No meio da tensão criada por Adam e Eva e sua disputa eterna pela vitória é revelada a causa de todos esses acontecimentos repetitivos e que não tinha nada a ver com os dois mundos e as teorias de Adam.

 

 

Pois é, depois dessa só restou juntar o que sobrou do cérebro com a pá. Quem descobriu tudo foi Claudia (personagem chave que aparece no início da série) que, durante milhares de ciclos repetidos e anos de pesquisa, manipulou todos para que ela chegasse ao momento exato de revelar para Jonas o momento da Origem do looping/nó.  

 

Depois da execução de Martha grávida de seu filho, Adam vê Claudia. Ela explica que eles - Adam e Eva - são os responsáveis pela ligação entre os mundos. Porém explica que a Origem da ligação e o looping não é o filho, mas é no resultado de uma experiência de volta ao tempo em um terceiro mundo, O Mundo de Origem.

 

O MUNDO DE ORIGEM - TUDO CULPA DO TANNHAUS

 

Quem diria! Tannhaus que teve poucas aparições em Dark era o responsável pela bagunça. O dono da relojoalheria - pai de criação de Charlotte - construiu a máquina do tempo e também fez um protótipo ainda maior.

 

 

O objetivo dessas invenções era salvar o filho, nora e a neta que morreram em um acidente de carro. Porém, ao invés de salvar a vida do filho com a invenção e conseguir fazer a viagem, a única coisa que conseguiu (sem saber) é fazer duas cópias de seu mundo (Origem) e interligá-los em realidades alternativas.  Porém, dos três mundos iguais, apenas o de Origem continuou sem o apocalipse, sem viagens no tempo, e ainda, sem aquela confusão na árvore genealógica.

 

MARTHA E JONAS NÃO DEVERIAM EXISTIR

 

MARTHA E JONAS ERAM UM ERRO... e esse erro deveria ser consertado para que não houvessem mais viagens no tempo e looping. Essa cadeia de acontecimentos só trouxeram sofrimento para os mundos de Eva e Adam. Ou seja, tudo dava errado nos dois mundos porque eram mundos errados. Logo não era mais uma questão de qual planeta merecia sobreviver, mas ambos não deveriam existir. Os dois mundos possuíam um bug irreversível que só a extinção tiraria o sofrimento de todos.

 

Finalmente, Claudia conta que havia só um jeito e uma única chance para romper o nó que deu gatilho ao looping e a origem dos planetas de Martha e Jonas. Era preciso mandar Martha e Jonas para o Mundo de Origem e salvar o filho do inventor da máquina do tempo. Só assim seria possível evitar que o experimento fosse criado e o momento da “Origem” acontecesse. Curiosamente, Claudia descobriu sozinha a origem de tudo, motivada em salvar a vida de Regina, que morre nos dois mundo e permanece viva no Mundo de Origem.

 

Adam volta ao dia do Apocalipse e convence Jonas a resgatar Martha no outro mundo e partirem ao Mundo de Origem. Ao explicar o plano, Jonas leva Martha e vai direto para uma brecha criada no momento da criação dos mundos na caverna. Ambos conseguem viajar para o momento que antecedeu o acidente e induzem o filho do cientista a não seguir para o local do acidente, assim, eles evitam a morte da família de Tannhaus e a construção da máquina do tempo. Como nunca chegarão a ser criados no futuro, todos do mundo de Martha e Jonas começam a desaparecer.

 

 

FINAL FELIZ?

 

Vamos combinar que se tratando de Dark o final foi o mais próximo do que poderíamos dizer “feliz”. Apesar da amada Martha de Jonas nunca ser salva e os mundos não terem esperança de reverter o caos do looping, a não existência dos mundos foi uma das melhores opções para acabar com o sofrimento de todos no cenário apresentado.   

 

Na última cena da série aparecem no Mundo de Origem apenas seis personagens que existiam também nos mundos cópias. Esses são Katharina, Hannah, Regina, Peter, Bernadette e Torben. Na mesa de jantar, Hannah, que está grávida, conta para todos o sonho sinistro que teve sobre o final do mundo e a sensação de tranquilidade ao pressentir que um elo foi rompido e que tudo ficaria bem.

 

Porém não passou de um assunto ignorado pelos amigos, que logo perguntam qual seria o nome da criança que Hannah teria.  No desfecho da cena, ela aponta que o nome poderia ser Jonas.

 

 

DÚVIDAS NÃO RESPONDIDAS...

 

QUEM FEZ A CAPSULA DO TEMPO QUE MARTHA/EVA USAVA PARA TRANSITAR ENTRE OS TEMPOS E MUNDOS?

 

Apesar de não termos uma reposta na série, nossa teoria é que a Claudia poderia ser a pessoa que criou ou pediu para o relojoalheiro criar.  Visto que ela conduziu todos os passos dos personagens por milhares de ciclos nos dois mundos e teve tempo suficiente para planejar e colocar em prática seus planos.

 

COMO ERA O TEMPO NO MUNDO DE ORIGEM?

 

Outra coisa que não foi explicado é como o tempo se comportava no Mundo de Origem após a criação do mundo de Jonas e Martha. Será que também estavam presos em um looping infinito? O tempo parou quando os outros mundos foram criados? Visto que Claudia é enfática em dizer que não houve apocalipse no mundo de Origem e Regina continua viva, a cena final pode ter acontecido no ano de 2019 ou era apenas um feedback, já que milhares de anos se passaram nos mundos cópias e vários ciclos passaram pelo o looping.   

 

COMO CLAUDIA ENGANOU ADAM AO APARENTAR QUE TINHA MORRIDO?

 

Sabemos que Claudia permaneceu viva, porém apenas teorias mostradas na própria série podem explicar o ocorrido. Claudia usava suas versões dos dois mundos e tempos para manter seu plano ativo, a questão é... qual das Claudias e de qual tempo ela usou para ser morta por Adam?

 

 O QUE SE TORNOU O FILHO DE MARTHA E JONAS?

 

Em um ciclo o filho de Martha e Jonas morre no ventre durante o desfecho do plano de Adam em extinguir os dois mundos. No outro, aparentemente ele cresce e se torna um viajante orientado pelas Marthas mais velhas. Porém como? Onde?  Em que tempo? São perguntas que não foram respondidas.

 

SERÁ QUE MARTHA E JONAS JÁ TERIAM IDO PARA O MUNDO DE ORIGEM?

 

Durante a viagem para o Mundo de Origem, Martha e Jonas encontram a imagem de ambos quando crianças. Martha revela que lembrava desse momento na infância, mas que sempre pensava como se tivesse sido um sonho. Apesar de ficar dúvidas se aquele momento fazia também parte de um acontecimento repetido no looping, outra hipótese é que o momento que foi ativada a máquina do tempo que duplicou os mundos, Jonas e Martha crianças puderam se ver pela brecha aberta no tempo e espaço já que possuíam uma ligação cósmica que faz parte do nó e do looping infinito. Será?  

 

A Netflix criou um site de Dark com informações da série https://darknetflix.io/pt​

 

 

 

Nos siga no Instagram e Facebook >> @historiasdaceli

 

 

 

 

Please reload

Our Recent Posts

Não fale essas 5 frases para uma pessoa com depressão

September 8, 2020

APÓS ENFARTO: jovem perde 72 kg e ajuda outras pessoas a emagrecer

July 9, 2020

As 5 verdades sobre relacionamento reveladas em Dark (COM SPOILER)

July 2, 2020

1/1
Please reload

Tags

Please reload

 

Histórias da Celi

Formulário de Inscrição

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

©2019 - Michelle Martins - Celi Comunicação CNPJ 34.551.953/0001-60. Proudly created with Wix.com